Casas ecológicas em Portugal

A moda das casas ecológicas chegou a Portugal. Dê uma espiada a seguir e veja como esse tipo de construção está marcando presença entre os portugueses.

Na última década a União Europeia enfrentou uma das mais graves crises econômicas.

Vários fatores levaram a esse problema: o aumento das dívidas públicas, que afastaram investidores e, consequentemente, diminuíram a disponibilidade de empréstimos e financiamentos.

Foi nesse cenário que as casas ecológicas começaram a se destacar em Portugal. Afinal, se você precisasse construir uma casa, mas sem investir muito, já que financiamentos e empréstimos são difíceis, o que você faria?

Buscaria novas alternativas de construção, certo? Então, a partir de pesquisas os portugueses encontraram as casas ecológicas, importando para o país essa técnica de construção, mais barata e prática.

As casas ecológicas em Portugal são muito parecidas com aquelas feitas na Espanha. Isso se explica pela proximidade entre os dois países: basta lembrar que Portugal faz fronteira apenas com a Espanha.

No entanto, isso não impediu que Portugal acrescentasse alguns detalhes muito interessantes às casas ecológicas.

 

 

casas-ecologicas

O primeiro detalhe que destacamos é o isolamento térmico e acústico criado a partir de painéis de cortiça.

Portugal sempre se destacou pela grande produção de cortiça, extraída das florestas de carvalho.

No entanto, a cortiça que não prestava para virar rolha era vendida a valores muito baixos. A solução foi usar esse material que quase era descartado para manter longe o barulho e as baixas temperaturas.

Isso foi possível quando engenheiros decidiram colocar cortiça entre as paredes externas e internas. Essa atitude, além de ecológica, fez com que as casas de Portugal ganhassem uma proteção extra contra a umidade.

Menos umidade significa menor chance de mofo e bolor nas paredes.

 

Outro importante detalhe diz respeito à adaptação dessas casas ao clima mediterrâneo, para oferecerem maior conforto e resistência, principalmente nos dias secos.

O telhado das casas ecológicas portuguesas normalmente é pintado de branco. Essa é uma tendência mundial e muitas ONGs já fizeram campanhas explicando a importância dessa atitude.

No entanto, os telhados brancos realmente fizeram sucesso entre as casas ecológicas portuguesas. São eles que ajudam a manter a residência fresca durante o verão, que costuma ser muito forte.

Além disso, a ausência de nuvens aumenta ainda mais a sensação térmica de calor, problema – no entanto – que não atinge as casas ecológicas, que são muito fresquinhas.

 

O último detalhe que destacamos é o uso inteligente do espaço dos terrenos. Como você deve lembrar, explicamos no início que a crise econômica europeia trouxe muitos problemas à população.

Isso significa que ficou mais difícil comprar terrenos, já que muitas pessoas ficaram desempregadas e, além disso, o acesso a empréstimos ficou dificultado.

Então, a solução mais usada para contornar esse problema foi comprar terrenos pequenos e adaptar as casas ecológicas ao espaço disponível.

Algumas pessoas escolheram economizar para investir na fundação, construindo uma casa de um andar, mas com capacidade para sustentar mais um andar no futuro, quando a solução financeira melhorasse.

Outras pessoas escolheram fazer casas ecológicas com poucos cômodos, mas deixando esses cômodos com mais espaço do que o tradicional.

 

As soluções de Portugal para as casas ecológicas são muito inteligentes! Esperamos que você tenha aprendido bastante.

2 comentários

  1. sergio
  2. julio fernandes

Deixe a sua opinião