Benefícios da arquitetura ecológica

A arquitetura ecológica também pode ser chamada de arquitetura verde ou arquitetura sustentável. A arquitetura ecológica é definida em edifícios que são construídos com a preservação do meio ambiente em mente, ou seja, a eficiência energética, materiais de construção ecológicos, etc.

Hoje em dia precisamos de desenvolver projetos com um compromisso profundo com a sustentabilidade ecológica.

Os profissionais, como os arquitetos, têm uma responsabilidade acrescida para ajudar a sociedade a reconhecer a necessidade e os valores da sustentabilidade ecológica.

Hoje é reconhecido que o design inteligente, integrado ecologicamente é a decisão mais inteligente, sensata e mais económica, para a arquitetura, pois serão poupados custos de manutenção assim como o meio ambiente.

A arquitetura industrial espera maior eficiência com retorno de dividendos em forma de energia, função e estética.

A arquitetura pública torna-se vibrante, através de soluções que utilizam padrões ecológicos.

Engenharia Ecológica

Uma solução ágil ecológica para cada projeto é agora uma realidade. Desde águas pluviais a águas residuais e resíduos sólidos a transporte e obras civis. Desde jardins residenciais a paisagens locais, desde a captação de mananciais e corredores de vida selvagem. As soluções ecologicamente sustentáveis ​​provam ter consideráveis ​​economias de custos com uma eficiência e longevidade muito maior.

Arquitetura Ecológica

Os bairros, as comunidades, vilas, cidades, distritos e regiões beneficiam consideravelmente com os projetos que utilizam princípios ecológicos.

Qualquer design irá oferecer benefícios consideráveis ​​se os projetos forem conduzidos por meio da arquitetura ecologia.

A arquitetura ecológica é a integração de todos os princípios do projeto através dos princípios da ecologia, que por sua vez são as conexões da vida. Desta forma o projeto irá provar ter benefícios consideráveis. O benefício principal será a econômico.

A infraestrutura de trilhos da nossa comunidade, estradas, pontes, usinas, obras de esgoto e muitos outros elementos da nossa comunidade projetadas através de princípios de sustentabilidade ecológica provam ter muito mais benefícios, não só economicamente (os custos de capital) mas consideravelmente em custos de manutenção e custos operacionais. Estes benefícios também se manifestam a nível social e ambiental. Os sistemas de esgoto retornam dividendos para a comunidade, tornando-se em jardins botânicos. A desertificação pode ser revertida, inundações interrompidas, proliferação de algas eliminadas, toxinas consumidas e resíduos recuperados. Todos estes benefícios podem ser alcançados com uma arquitetura ecológica a pensar no seu meio ambiente envolvente.

2 comentários

Deixe a sua opinião