Casas Ecológicas

O que é uma “Casa Ecológica”?

A natureza providenciou-nos todo o conhecimento de que precisamos para viver uma qualidade de vida sustentável e quase autossuficiente. A terra oferece-nos uma abundância de materiais corretos para criar projetos de habitação ecológicos, eficientes e renováveis. A utilização destes materiais é simples e de baixo custo.

As casas ecológicas são uma imitação do que funciona melhor na natureza. Vejamos um ecossistema que é uma comunidade de coisas vivas e não vivas que se apoiam e dependem umas das outras. Por exemplo, num ecossistema de floresta, alguns animais comem plantas, digerem as plantas e fazem esterco ou resíduos. Este desperdício, eventualmente, desfaz-se e acrescenta nutrientes ao solo. Os nutrientes no solo ajudam ao crescimento das plantas. Os animais comem as plantas, e o ciclo continua. As pessoas que usam a construção ecológica pretendem imitar o mundo natural, sustentável. Nestes projetos criaram-se habitações e outros edifícios que funcionam em harmonia com o ecossistema circundante.

O que é uma casa ecológica / casa sustentável?

Uma casa ecológica é construída de tal forma, que reduz o consumo de energia e de resíduos. Uma casa ecológica reduz os impactos negativos dos edifícios, sobre a saúde humana e o meio ambiente através de uma melhor conceção, construção, implantação, operação e manutenção. Uma casa ecológica é uma combinação de design sustentável, desenvolvimento sustentável e vida sustentável.

As casas ecológicas são projetadas e construídas como parte da ecologia maior do planeta, a conceção e construção do prédio é feita em harmonia com o ambiente natural. Estudos têm mostrado que os edifícios são os poluidores do planeta, mais prejudiciais, consumindo mais de metade de toda a energia usada nos países desenvolvidos e produzindo mais de metade de todos os gases de efeito estufa de mudança climática.

Uma casa ecológica de sucesso deve dar ao proprietário o “melhor de ambos”, proporcionar menor impacto sobre o meio ambiente, um lugar mais saudável para viver e reduzir os custos diários de funcionamento.

Uma casa ecológica é modelada sobre os fluxos de energia e materiais dos ecossistemas naturais, e portanto, preserva o meio ambiente em vez de o degradar. Tal como um ecossistema, uma casa ecológica conserva recursos (energia, água, alimentos e materiais). Ela também produz recursos, ou pelo menos, adquire e armazena mais recursos do que aqueles que utiliza. Os recursos “em excesso” são distribuídos de volta para o ambiente ‘maior’ para suportar a vida noutro lugar.

Uma casa tradicional, pelo contrário, é um dissipador de recursos. Os indispensáveis da vida são dissipados ou degradados até serem inúteis e são despejados no meio ambiente, por vezes, como resíduos tóxicos. O fluxo é unidirecional, da fonte à perda.

Tal como num ecossistema, numa casa ecológica ideal, não há desperdício porque o fluxo de recursos é circulado. Tal como as casas, os ecossistemas importam energia, principalmente solar. Ao contrário das casas tradicionais, os ecossistemas armazenam a sua energia e reutilizam-na.

Os sistemas habitacionais, desde casas a cidades, criam fluxos de energia, (de sentido único) deixando circuitos abertos. Os ecossistemas, inconscientemente, praticam a ´regra’ de (reduzir, reutilizar e reciclar) e têm-se autossustentado durante biliões de anos. Os sistemas humanos existem há mais ou menos um milhão de anos, e podem não existir durante muito mais tempo se não começarem a agir em conformidade com a regra da natureza, de que ” desperdício é igual a alimentos.”

O modelo do ecossistema pode ser aplicado a todas as questões fundamentais no design ecológico. Por exemplo, otimizar o “ciclo de vida” de uma casa, a quantidade de energia e materiais necessários para construir o edifício, a demanda contínua que ele tem sobre o meio ambiente e a sua disposição final, podem ser facilitados pela observação de como os ecossistemas utilizam recursos locais e materiais de reciclagem.

2 comentários

  1. holiveira

Deixe a sua opinião