7 Benefícios da arquitetura ecológica

Os edifícios verdes são mais do que uma declaração de moda. Muitos arquitetos, construtores e clientes inteligentes concordam que os edifícios sustentáveis estão a tornar-se uma necessidade. Por quê? Porque de acordo com algumas estimativas, os edifícios são responsáveis por quase metade do consumo de material e de energia do mundo, um sexto da utilização de água doce e um quarto de toda a madeira colhida.

À medida que os custos dos materiais e produtos sustentáveis desce, a construção ecológica é realmente o tipo mais eficaz de arquitetura e construção. Torna-se cada vez mais urgente que a arquitetura e construção ecológica sejam utilizadas.

Investir em edifícios ecológicos colhe grandes recompensas para o presente e para os próximos anos

1. Custos menores

Os edifícios ecológicos economizam dinheiro, a partir do primeiro dia de construção. Isto é verdade para casas ecológicas, bem como para edifícios de escritórios sustentáveis, fábricas, igrejas, escolas e outras estruturas.

Estudos sobre a Construção Sustentável mostram que um investimento inicial do projeto ecológico de apenas 2% vai produzir poupanças superiores a 10 vezes o investimento inicial, com base num período de vida do prédio, muito conservador, de 20 anos.

Arquitetura Ecológica

2. Produtividade melhorada

Uma série de estudos e o bom senso indicam que os ocupantes de edifícios que são saudáveis ​​e confortáveis ​​são mais produtivos. Um estudo feito em 31 edifícios ecológicos (da cidade de Seattle) conclui que o absenteísmo foi reduzido em 40 %. Outro estudo, patrocinado em parte por uma empresa de imóveis comerciais (Cushman & Wakefield), informou 30% menos dias de doença entre os funcionários de uma empresa, e descobriu um aumento de 10% na receita líquida, por empregado, de outra empresa, depois de cada escritório ter sido certificado como edifícios LEED.

As empresas com escritórios ecológicos também têm uma vantagem em atrair e reter bons funcionários.

3. Os edifícios ecológicos têm maior valor de mercado

Tanto os edifícios residenciais como os edifícios comerciais mantêm um alto valor de revenda se incluírem componentes de design sustentável. O valor para os potenciais compradores advém de saberem que os custos dos serviços públicos e da manutenção serão menores em edifícios ecológicos do que em edifícios normais. Os níveis de ocupação são consistentemente mais altos e as taxas de desocupação mais baixas, em escritórios de edifícios ecológicos.

4. Ocupantes saudáveis ​​em Edifícios ecológicos

A síndrome do edifício doente é um problema que tem atormentado casas e escritórios durante décadas e custam milhões de euros às empresas (a cada mês). Os edifícios ecológicos, no entanto, evitam muitos destes problemas. Nomeadamente a utilização de sistemas de ventilação saudáveis ​​e a utilização de materiais de construção não tóxicos.

Estima-se que a poluição do ar interior pode ser de 2 a 5 vezes pior e às vezes mais de cem vezes pior, do que a qualidade do ar exterior. De 146.400 mortes por cancro do pulmão em 1995, 21.100 estavam relacionadas ao gás radão que é encontrado em muitos edifícios.

Cerca de 20 milhões de pessoas (e mais de 6 milhões de crianças) sofre de asma, que pode ser desencadeada por poluentes que se encontram ‘dentro de portas’ que são muitas vezes encontradas em edifícios que não são ecológicos.

5. Melhores vendas

Uma pesquisa feita na Califórnia a mais de 100 lojas (todas operadas pelo mesmo revendedor) concluiu que as vendas eram 40% mais elevadas quando as lojas eram iluminadas com claraboias em vez de iluminação elétrica. Os revendedores que podem usar luz natural no interior das lojas também podem diminuir os seus custos com a eletricidade. Todos esses fatores são mais uma prova de que os edifícios ecológicos podem, na realidade, fazer dinheiro.

6. Menor exigência de energia elétrica nos edifícios ecológicos

Um benefício indireto dos edifícios ecológicos é muitas vezes esquecido, isto é, a redução da demanda elétrica, serviços públicos de gás e de água significa que estas infraestruturas podem fazer mais com menos. Isto pode resultar em menores custos de serviços públicos municipais a longo prazo visto que podem resultar em tarifas reduzidas.

7. Melhor qualidade de vida

É difícil atribuir um valor em euros à qualidade de vida. Por exemplo, quanto pagaria para desfrutar de um dia menos estressante, ou para evitar de apanhar uma gripe? Depois de somar todos os benefícios, acima mencionados, da arquitetura ecológica e do design sustentável, os estilos de vida melhoradas compartilhados por toda a sociedade faz sentido, tanto a nível económico como a nível ambiental. Mais uma vez, à medida que avançamos numa era de tecnologia mais inteligente e recursos naturais mais caros, não podemos deixar de procurar a arquitetura e a construção ecológica.

Deixe a sua opinião