Casa modular – excelência em design e qualidade

Longe vão os tempos em que as construções modulares eram apelidadas de feias e vulgares. Hoje em dia, os avanços tecnológicos têm vindo a refletir-se também neste tipo de casas. A indústria da habitação pré-fabricada aposta agora em casas com vários andares, que são projetadas por arquitetos que personalizam o seu design e fazem uso de toda eficiência da linha de montagem de uma fábrica.

Estas novas casas pré-fabricadas modulares deixaram de ser vistas unicamente como alternativas mais económicas a uma casa tradicional, passando a ser tratadas de igual para igual tanto em qualidade, como no caso de seguros ou financiamento.

 

 

As casas pré-fabricadas construídas em série, com design padronizado e sempre iguais também já são pouco vistas. Embora alguns fabricantes de casas modulares ainda possuam projetos padrões pelos quais o cliente pode optar, a preferência hoje em dia vai para a possibilidade personalizar uma casa à sua medida e ao seu próprio gosto, dando outro aspecto exterior à casa e deixando de lado o “padrão” antigo, muitas vezes associado a este tipo de construções.

Através da utilização de projetos de design flexíveis, por cada vez um maior número de arquitetos que apostam nas potencialidades de uma linha de montagem de uma fábrica, estas casas modulares acabam por conseguir custos de construção e revenda bem mais reduzidos, quando em paralelo de qualidade com as denominadas casas tradicionais.

Uma casa modular pode até ter melhor aspecto que uma casa construída por métodos tradicionais. São construídas em módulos, num ambiente totalmente controlado e sujeito a controlo rigoroso, o que se reflete numa qualidade superior, maior resistência e durabilidade. Estes módulos ao serem construídos em fábricas têm custos laborais mais baixos, que quando aliados ao baixo custo pela compra de materiais em grandes quantidades, os tornam numa opção financeiramente muito acessível.

Depois de construídos os módulos são colocados em camiões e transportados para o local onde irão ser montados. Este transporte cria alguns problemas quando a distância entre a fábrica e o terreno é demasiado elevada. Nos Estados Unidos, por exemplo, os meios de transporte começaram a ser um factor de grande peso na fatura. Para combater este problema, as fábricas fizeram um acordo e existem várias, que depois do negócio fechado permitem que a casa seja construída o mais perto possível do terreno do proprietário, poupando-se assim imenso nos custos de transporte. Ao superar este pequeno contratempo, as casas modulares puderam desta forma afirmar-se como uma alternativa de construção mais do que viável,  com custos globais a serem menores cerca de 20 a 30% perante uma casa normal de tijolo.

3 comentários

  1. Guida S F Almeida Botelho

Deixe a sua opinião