Casas minimalistas industriais

Aprenda aqui a construir uma casa minimalista, a partir dos modelos industriais. Confira também a história desse estilo, as particularidades dele e o que ele pode oferecer de melhor a você.

Saiba abaixo mais informação acerca de casas minimalistas industriais.

 

Minimalista

 

A arquitetura na Idade Média valorizava construções grandiosas, com fachadas imponentes, paredes largas, telhados robustos e portas enormes. Tudo isso era necessário para deixar clara a diferença entre as casas do povo e as moradias dos nobres ou dos membros da igreja.

Essa tendência permaneceu ao longo dos séculos, passando pela época Iluminista e Moderna, chegando até meados do século XX, quando as casas industriais minimalistas começaram a se popularizar.

Nesse período, começou uma nova linha de arquitetura, que valorizava linhas mais leves e construções mais elegantes, com formatos mais discretos.

Não foi apenas na arquitetura que isso aconteceu. Hoje muito se fala em “menos é mais”, ou seja, tudo pode ser simplificado, tudo pode ser feito de uma maneira mais prática e funcional.

Esse novo modelo de pensamento ficou conhecido como estilo minimalista. E recentemente ele chegou até as casas industriais.

Aprenda então, a seguir, como fazer uma casa industrial ao estilo minimalista.

A primeira atitude a tomar é escolher um modelo de casa com fachada simples e limpa. Se estiver com dificuldades nessa etapa, lembre-se daquela grande empresa americana que produz os celulares mais desejados do mundo.

Se o modelo da sua casa lembrar o modelo das embalagens dos produtos dessa empresa, perfeito. Você está no caminho certo.

Ou seja: nada de extravagâncias, detalhes desnecessários, cores sobrepostas ou fachadas excessivamente chamativas.

A seguir, espere a etapa da construção ficar pronta. Antes dessa etapa ser finalizada, não há muito o que você possa fazer.

Depois que a casa estiver de pé, acompanhe pessoalmente e de perto a etapa do acabamento.

É nesse ponto que a sua casa industrial ganhará o ar minimalista que você espera.

Acompanhe as etapas que você precisa ficar de olho:

1. Pintura

Escolha cores claras, caso seus móveis sejam escuros. Escolha cores escuras, caso seus móveis sejam claros.

Esse contraste claro/escuro cria um aspecto de organização e é ideal para a sua futura casa industrial minimalista

Mas atenção: as cores claras precisam ser discretas. Nada de rosa choque, lilás vibrante ou amarelo fosforescente.

As cores escuras também não podem ser muito pesadas. Se escolher preto, lembre-se de adicionar um pouco de branco à mistura, para deixar no mínimo uma tonalidade cinza, para não criar ambientes lúgubres na sua casa industrial minimalista.

2. Piso

Escolha o piso mais básico possível, mas não o mais barato. Pisos baratos tendem a dar problema e o custo de mão de obra para refazer um trabalho mal feito é muito caro, e não é isso que queremos para a sua casa industrial minimalista.

Se for lajota, escolha cores suaves, mas não muito brancas, porque assim você poupa um futuro trabalho de limpeza.

Caso goste de modelos com desenhos, escolha aqueles que possuem formatos muito discretos. Dica especial: quanto menos linhas nos desenhos, melhor.

Se o chão for de madeira, escolha uma madeira clara, para deixar à mostra a textura do material, o que confere elegância e dá um ar aconchegante a sua casa industrial minimalista.

3. Esquadrias, portas e janelas.

As mais simples possíveis. Fique longe das entalhadas ou das muito chamativas.

 

Com essas dicas, sua casa industrial minimalista será um sucesso. Lembre-se sempre: menos é mais.

Até a próxima!

Deixe a sua opinião