Casas pré-fabricada moderna

Para quem tem interesse na área de construção das casas pré-fabricadas, já saberá que a casa pré-fabricada moderna combina design, topo de gama e a acessibilidade. Apesar deste conceito ter surgido nos anos 60, o movimento em si não teve grande impacto até ao início do século XXI.

É com o avançar da tecnologia que surge o interesse em projetos arquitetónicos residenciais, em que os arquitetos viram a sua atenção para as casas pré-fabricadas. O objetivo da casa pré-fabricada moderna era criar uma casa que pudesse ser transportada para o terreno, erguida facilmente e, ainda assim, assemelhar-se à arquitetura moderna, tudo com um orçamento razoável.

 

celeiros

 

Hoje em dia, existem casas pré-fabricadas de madeira maciça, tijolo e alvenaria modulada, com placas de concreto e armação de ferro e todas de grande qualidade. O tempo em que uma casa pré-fabricada era construída apenas com madeira já há muito que passou. De facto, com o avançar dos anos, materiais, qualidade e aspeto, tanto interior como exterior destas casas, tem mudado bastante, pois hoje já são vistas como residência permanente, mesmo nos centros urbanos.

Nos dias que correm, montar uma casa pré-fabricada moderna, com painéis de madeira, de aço ou concreto, por exemplo, é já bastante mais rápido do que construir casas pelo método tradicional. E talvez seja mesmo esta a maior vantagem da casa pré-fabricada moderna, pois pode ter uma casa com 140m2 pronta em quatro meses, ao invés do sistema tradicional, em que levaria cerca de 240 dias.

Foi a revista Dwell que criou a oportunidade de divulgar o conceito das casas pré-fabricadas modernas e de as tornar numa realidade. Hoje em dia, o custo de uma casa destas continua a ser a principal queixa. Mas os apologistas do movimento afirmam que, apesar de muitos dos materiais terem custos elevados (talvez até mais do que nas casas “tradicionais”), os proprietários poderão ainda poupar bastante com os custos do design e construção.

No caso da casa pré-fabricada moderna, no que toca a plantas, existem alguns elementos básicos que dizem respeito à estrutura e ao processo de planeamento. Como tal, o típico proprietário de uma casa pré-fabricada moderna pretende um design minimalista, futurista e elegante. A verdade é que muitas das plantas de casas pré-fabricadas modernas já começaram a virar a atenção para as plantas dos sobejamente conhecidos chalés. São casas que regressam ao desejo de se criar ambientes rústicos, utilizando madeira no interior da casa e apresentando telhados íngremes e salientes, sendo que muitas das casas não deixam de ter ambientes urbanos, e isto deve-se ao facto de que os planos estão todos posicionados linearmente.

Um outro detalhe a destacar numa casa pré-fabricada moderna é o facto desta apresentar paredes com texturas lisas, paredes estas que são normalmente feitas de estuque ou pedra.

Com tudo isto em mente, não fica para trás a preocupação com o ambiente, tanto a nível tecnológico como ecológico.

Deixe a sua opinião