Casas Pré-fabricadas na Venezuela com Sistema SIMIX

O Sistema Simix foi criado por OTIP CA, uma empresa de construção privada, como um pacote tecnológico que incluiu a cofragem para a produção do edifício e a tecnologia para que funcione. O sistema combinava os dois métodos de construção: colocado no lugar, com o uso de formas moduladas para o suporte das paredes de carga e pré-fabricação para a produção de lajes e paredes, daí a sigla em espanhol: Sistema misto Industrializado

A primeira experiência com este sistema foi em 1967 com a construção de 1.030 apartamentos de 75m2 cada. O ex- Banco Obrero, promoveu o desenvolvimento. As obras foram concluídas em nove meses, muito impressionante em termos de eficiência e custos. No entanto, uma mudança na política venezuelana virou a construção para a construção de casas únicas, deixando de lado as experiências ligadas a edifícios de apartamentos. Em 1974, com um novo governo e o aumento dos preços do petróleo, este sistema de construção recuperou o seu encanto.

O sistema Simix permitia a incorporação de peças especiais para fazer ajustes em cada projecto sem alterar o sistema. A direcção entre as paredes não tem necessariamente de ser ortogonal, o que permite várias opções em termos de design.
Este sistema construtivo permitiu a construção de edifícios com uma altura de 4 a 40 andares, para diferentes fins, tais como, habitação, hotéis, centros de serviço, escritórios, etc. Foi usado principalmente para habitações, onde edifícios de até 25 andares foram construídos.

A sistematização dos diferentes aspectos da construção permitia racionalizar o uso de materiais, para obter custos de uma melhor eficiência em termos de tempo e melhor desempenho da mão-de-obra.

Com o sistema Simix foram construídas 3860 unidades habitacionais. Também, neste caso, o sistema deixou de ser utilizado na década de oitenta quando a indústria da construção venezuelana entrou em recessão.

Deixe a sua opinião