Desvantagens das casas de madeira modulares

Está com medo de construir uma casa de madeira modular? Talvez você esteja com razão, porque esse tipo de construção apresenta algumas desvantagens. Confira aqui quais são.

 

Se você der uma boa volta pela cidade, com certeza encontrará muitas casas de madeira modulares. Esse é um sinal de que essa construção é mais confiável do que você pensa.

Mas estamos aqui para falar dos problemas, e separamos os três principais para você.

 

casas-madeira2

 

1. Cupins e apodrecimento da madeira

Algumas madeiras especiais, como cumaru e tatajuba, repelem naturalmente cupins e outros insetos destruidores. No entanto, outros tipos de madeira normalmente são vulneráveis à ação desses insetos.

Isso significa que você precisará ficar sempre atento, para evitar estragos. Ao menos uma vez por ano é recomendada uma dedetização, para evitar que essas pragas se proliferem.

Outro ponto importante é em relação aos fungos: são eles os responsáveis pelo apodrecimento da madeira.

Normalmente a madeira que é usada na construção das casas modulares costuma ser tratada, para evitar o apodrecimento.

No entanto, as variações de clima podem interferir na qualidade dessa matéria-prima. Por exemplo: se ela fica molhada, depois seca, fica molhada novamente, e assim repetidas vezes, pode ser que um fungo se instale, comprometendo a segurança da estrutura.

Para afastar esse problema, basta procurar um profissional para indicar os produtos adequados, que normalmente são o stain e o verniz com filtro solar. A aplicação ocorre a cada três anos, então inclua esse gasto no seu planejamento financeiro.

2. Mão de obra qualificada para reparos

A madeira, ao contrário do concreto, exige uma mão de obra mais especializada, quando é preciso fazer algum tipo de reparo.

Por exemplo: imagine que é preciso trocar uma tábua que está com cupim. Por ter uma medida específica, será difícil encontrar esse material nas casas de construção.

Então, será necessário contratar um carpinteiro, para cortar a madeira e criar a tábua no formato exato. A seguir, você precisará dele também para fazer a instalação.

Ou seja: qualquer trabalho de reparo é mais caro e demorado. Apenas para citar um exemplo: em uma casa de alvenaria, se surge alguma rachadura você precisa apenas investigar a causa e fazer o conserto, normalmente com materiais à disposição em qualquer loja.

Já se o problema ocorre na casa de madeira, você precisará contratar um profissional específico, além de correr o risco de não encontrar nas lojas o material necessário para o reparo.

 

3. Vãos livres

Esteja preparado para lidar com limitações no projeto, se optar pelas casas de madeira modulares.

O tamanho máximo da madeira encontrada à venda é de seis metros. Isso significa que é difícil fazer a sustentação em ambientes grandes, com os chamados “vãos livres” – espaços em que não há nenhuma coluna ou viga de sustentação exposta.

Até existe solução para esse problema, mas ela está disponível apenas em países que dispõe de tecnologia especializada em madeira, que ainda não é o caso do Brasil.

A opção – apenas a título de curiosidade – seria colar as peças de madeira, sistema que oferece mais segurança do que pregar ou parafusar as tábuas entre elas.

Por isso, se você planeja contar com uma grande sala, sem divisórias, ou com um quarto bem espaçoso, é melhor pensar duas vezes antes de escolher as casas de madeira modulares.

 

Boa sorte na sua escolha!

Deixe a sua opinião