Dicas para se manter dentro do seu orçamento de construção

Manter-se dentro de um orçamento pré-estipulado durante a construção da sua casa pode ser uma tarefa penosa, especialmente quando ao longo do processo de construção surgem pequenos percalços que, apesar de à primeira vista poderem parecer insignificantes, são responsáveis por grandes dissabores na altura de rever os seus custos finais.

Para o ajudar a manter-se dentro do seu orçamento de construção resolvemos divulgar as próximas dicas, que apesar de simples e de senso comum são por vezes esquecidas.

Estabeleça um orçamento realista

Embora se preocupe em poupar o máximo que possa, por vezes, é preciso ter a noção que não há mais por onde “esticar” e que não vai conseguir reduzir o seu orçamento. A qualidade dos materiais e da própria construção é fundamental, pelo que não compensa colocar esta em risco por algo mais barato, mas que a longo prazo não irá ser tão durável e resistente.

Uma boa forma de reduzir custos é a utilização de materiais mais comuns e fáceis de conseguir e transportar, em detrimento de materiais mais específicos que apenas estejam disponíveis por pedido especial, por exemplo. Lembre-se ainda que quanto mais personalizado for o projeto da casa, provavelmente também mais dispendioso irá ficar. Por isso, estabeleça um orçamento realista, tendo em conta todas as exigências que coloca no projeto e todo o processo de construção.

Contrate bons profissionais

Profissionais experientes muitas vezes conhecem alguns “segredos” comerciais que podem ser usados ​​para cortar custos e, ainda assim, manter a qualidade de construção. Lembre-se que acima de tudo não é na mão-de-obra que deve poupar e desconfie sempre quando existe discrepâncias de valores extremas de profissional para profissional. Por vezes o mais barato acaba por se refletir num poupar da qualidade dos materiais e na quantidade de materiais que são usados (por vezes de forma pouco satisfatória), o que mais tarde pode trazer problemas de isolamento e durabilidade.

Escolha formas e planos simples

Triângulos, trapézios e outras formas complexas são difíceis e mais dispendiosas de construir. Para poupar custos, opte por planos  quadrados ou retangulares. Evite tetos tipo catedral ou de linhas muito complicadas. Diversas empresas e profissionais dispõem já de planos pré-definidos que ficam mais em conta, mas que ainda assim lhe permitem alguma personalização.

Envolva-se em todas as etapas do projeto

Não queremos dizer que precisa de fazer todo o trabalho sozinho, mas sim estar a par do que acontece em cada etapa e quais os objetivos a cumprir. Detetar possíveis problemas assim que estes ocorrem pode poupar imenso tempo e ao poupar tempo vai estar, na maioria das vezes, a poupar também dinheiro nos seus projetos de construção.

Seja realista quanto às suas necessidades

Projetar uma casa e construir algo que seja funcional para si e para a sua família são duas coisas completamente diferentes. Você precisa de espaço suficiente para o conforto, mas não tanto que a manutenção da casa e o seu orçamento excedam as suas necessidades. Avalie aquilo que realmente precisa para viver uma vida confortável e faça concessões em relação a alguns luxos desnecessários que podem arrasar com o seu orçamento.

Deixe a sua opinião