História das Casas Modulares

As casas modulares são apenas casas normais elevadas a outra escala e a outro nível. As casas pré-fabricadas têm mais de cem anos mas as modulares só começaram a ganhar adeptos no inicio do século XX. Para ter uma ideia da popularização das casas pré-fabricadas, uma das empresas mais antigas neste negócio, a Sears Roebuck Co. vendeu cerca de 500.000 casas entre o ano de 1910 e 1940.

Uma das razões para o “boom” deste negócio foi sem dúvida o fim da Segunda Grande Guerra Mundial, que fez com que os soldados, fartos da guerra voltassem a América com o sonho de construir uma casa e ter uma família, sendo pouco abonados economicamente.  Devido a esse facto os militares procuraram encontrar soluções de habitação mais baratas e as casas modulares era tudo o que precisavam.

Existem ainda casas que persistem desde essa altura, com manutenção feita como é óbvia, o que demonstra a fiabilidade deste tipo de construções. Outra característica que reforça esse facto é que na altura a tecnologia e técnica de montagem era muito inferior aos de hoje em dia.

As formas de montagem das casas modulares têm sofrido bastantes evoluções aos longos dos anos, sendo acompanhada com os guindastes cada vez mais seguros, mais pesados e com flexibilidade superior, existindo máquinas que consegue elevar e manejar cerca de 100 toneladas, sem qualquer problema. A única limitação têm a ver com o tamanho da fábrica, em que os módulos terão de respeitar as medidas aquando a sua construção no seu interior, sendo depois transportados para o local e montados conforme as regras.

Um dos grandes exemplos das vantagens das casas modulares é o cruzeiro Queen Mary 2, que é considerado dos maiores e mais caros de sempre. A construção das suites para os passageiros foi feitas numa fábrica e montadas seguindo o processo das casas modulares. Nos dias de hoje, várias empresas de franchising optam também por fazer o mesmo, devido a redução de custos e velocidade de montagem, possivelmente sendo o caso mais popular alguns McDonalds.

 

Deixe a sua opinião