Materiais de construção ecológicos

A preocupação com o meio ambiente deve começar por nós próprios e a construção da nossa casa é um passo importante para proteger o nosso pequeno planeta azul.

Engane-se se pensa que a única coisa que pode fazer em sua casa é separar o lixo reciclável do lixo comum doméstico. Logo nas primeiras etapas da construção pode fazer a diferença e ajudar o ambiente, optando por materiais de construção ecológicos em detrimento dos materiais mais convencionais.

Sabemos que os materiais ecológicos podem ser um pouco mais caros que os normais, mas a verdade é que não só não prejudicam o ambiente, como também proporcionam mais conforto e, a longo prazo, oferecem maior eficiência energética, um gasto reduzido nas contas de energia elétrica, um melhor aproveitamento da água e ainda reduzem os efeitos do aquecimento global.

Existem diversos tipos de materiais que podem ser vistos como ecológicos e seguros para o meio ambiente. Um desses tipos de materiais ecológicos são os reciclados, que podem ser pós-industriais (subprodutos do ciclo industrial) ou pós-consumo (madeira, metal e betão reciclados), mas até os mais improváveis materiais podem ser reciclados e usados na construção. Damos alguns exemplos:

  • A cinza reciclada de chaminés industriais pode ser usada para produzir betão de alta resistência.
  • O aço pode ser facilmente reciclado e forjado das mais variadas formas.
  • Podem ser aproveitados diversos resíduos e materiais que resultem da demolição de edifícios por método de implosão.
  • Até uma simples sola de ténis podem ser usada como base para superfícies e pisos.

Por outro lado, alguns materiais mais ecológicos têm também vindo a tornar-se mais usados na construção de casas familiares e outros edifícios. Dois desses casos de sucesso são o bambu e a cortiça, muito utilizados especialmente para pisos e graças à sua semelhança com os pisos mais tradicionais de madeira.

A grande diferença é que os pisos de madeira tradicionais provêm de árvores que demoram muitas décadas para atingirem a maturidade, enquanto o bambu e a cortiça são materiais de rápido crescimento, tendo desta forma um impacto menos negativo no nosso planeta. Adicionalmente são materiais que não requerem a adição de produtos tóxicos e poluentes durante a sua instalação. A enorme variedade de opções ligadas ao bambu e à cortiça permitem-lhes também uma enorme abrangência de preço, estando disponíveis para venda a valores mais baratos ou mais caros, consoante as necessidades de construção.

Outras opções também ecológicas para pisos são a madeira industrializada ou de produção mecânica. São produtos compostos formados por camadas de madeiras (muitas vezes recicladas) que se integram num processo de laminação. Frequentemente são pisos mais baratos e de fácil instalação, mas que também apresentam uma durabilidade inferior aos pisos de madeira tradicionais.

Também em relação ao isolamento de casas é possível optar por materiais mais ecológicos, como os materiais elaborados através de papel reciclado, que não contém tantos produtos químicos e ao mesmo tempo têm outros benefícios para o nosso ambiente, como reduzir o volume de lixo nos aterros sanitários.

Deixe a sua opinião