Planos para casas Modulares e casas pré-fabricadas

Os avanços na construção de habitações modulares, em conjunção com a crescente popularidade de habitações modulares têm criado um crescimento enorme na selecção de planos disponíveis para casas modulares. Com a qualidade das casas modulares que rivaliza com a das casas tradicionais, há um crescente número de pessoas que procuram designs de casas modulares como a solução para o seu novo lar.

Casas modulares modernas – pré-fabricadas

O desafio – Como criar uma casa modular bonita, funcional e habitável que seja esteticamente agradável, com design moderno, e que abrange todos os benefícios económicos, tecnológicos e ambientais que as habitações modulares têm para oferecer?
Não se deixe enganar pelas linhas elegantes, destas lindas casas, pois estas também são altamente funcionais e habitáveis.

Estas casas incorporam todos os benefícios que as construções das casas pré-fabricadas têm para oferecer, estas casas adoptaram um elevado nível de funcionalidade, habitabilidade, sustentabilidade e tecnologia dentro dos seus projectos. O conceito inicial para esta casa pré-fabricada moderna surgiu de um concurso entre Dwell Magazine’s Design Invitational e grupos selectos de arquitectos internacionais. O design inicial da Resolução foi tão bem recebido que atraiu o apoio e parceria de Empyrean e Dwell para desenvolver uma nova linha de casas prefabricadas modulares modernas.

Aproveitando as vantagens dos métodos da pré-fabricação e o design moderno e habitável já existente, a equipa desenvolveu 3 planos vencedores de casas modulares que permitem o potencial para a personalização em massa de cada comprador final e, permite ainda manter uma alternativa viável para os processos de construção tradicionais e tudo o que tem para oferecer.

Planos de Casas pré-fabricadas

Uma casa de madeira moderna com estilo americano

Uma casa pré-fabricada australiana

British WW2 era “pré-fábricadas”, ainda em uso, em Birmingham, na Inglaterra

A moderna casa’ pré-fabricada’ Inglesa

Casas pré-fabricadas, são habitações fabricadas fora do local (em fábricas), com antecedência, geralmente em secções padrão que podem ser facilmente transportadas e montadas. Alguns projectos actuais de casas pré-fabricadas incluem detalhes arquitectónicos inspirados pelo ‘postmodernism’ ou ‘futurist’.

As casas pré-fabricadas não têm sido particularmente comercializáveis; possíveis razões para isto incluem:

  • As casas não são actualmente produzidas de forma suficientemente rentável para a demanda actual.
  • As casas não são consideradas pelo consumidor médio, como sendo uma solução habitacional realista.
  • O consumidor ou não está familiarizado com o conceito, ou não o deseja.
  • Por causa do estigma social que existe por culpa de design de baixa qualidade produzido em massa e usado no passado.
  • Dificuldades na obtenção de financiamento devido às directrizes rigorosas que são utilizadas pelos credores para avaliar empréstimos para a compra de casas pré-fabricadas.

Recentemente, no entanto, os arquitectos modernos estão a experimentar a pré-fabricação de casas com mais frequência como um meio de proporcionar casas com design moderno, produzidas em massa. A arquitectura moderna renuncia a decoração referencial e, em vez disso apoia características de linhas ‘limpas’ e plantas de piso amplo. Devido a isso, muitos sentem que a arquitectura moderna é mais adequada, para beneficiar as casas pré-fabricadas.

A palavra “pré-fabricada” não é um termo da indústria como é o termo ‘casa modular’, ‘casa fabricada’,’ casa com sistema de painéis, ou ‘casa construída no local’. O termo é uma fusão de sistemas de construção por painel e sistemas de construção modulares, e pode significar tanto um como a outro. No uso de hoje, o termo “pré-fabricada” está mais estreitamente relacionado com o estilo da casa, geralmente modernista, ao invés do método específico de construção da casa.

No Reino Unido, a palavra “pré-fabricada” é por vezes associada a um tipo específico de casa pré-fabricada, construídas em grande número, após a Segunda Guerra Mundial, isto como substituição temporária das habitações que haviam sido destruídas por bombas, particularmente em Londres. Apesar da intenção de que essas moradias seriam uma medida estritamente temporária, muitas permaneceram habitadas, muitos anos e mesmo décadas após o fim da guerra. Um pequeno número dessas casas ainda está em uso no século 21.

Um novo empreendimento de casas pré-fabricadas modernas estão actualmente a ser construídas em Milton Keynes, na Inglaterra. Projectado pelo arquitecto de renome Richard Rogers, o designer do edifício do Lloyd’s, o Millennium Dome e do Centro Pompidou, em Paris, estas casas pré-fabricadas modernas fazem parte de um objectivo mais amplo, do governo, para inserir novos métodos de construção no mercado imobiliário no Reino Unido e mostram que as casas pré-fabricadas não só apenas continuam ‘vivas’, mas que também são muito respeitadas.

As casas pré-fabricadas exigem muito menos trabalho em relação ao trabalho que é envolvido na construção das casas convencionais. A maioria das empresas vende casas pré-fabricadas completas modulares, chamadas de “casas móveis” ou “casas pré-fabricadas”. As casas pré-fabricadas estão-se a tornar populares na Europa, Canadá e Estados Unidos, visto que são casas mais baratas. Os códigos de construção locais nos E.U. não se aplicam às casas pré-fabricadas, em vez disso, essas casas são construídas de acordo com orientações especializadas (regulamentos federais HUD) para casas pré-fabricadas. As casas pré-fabricadas não são permitidas em algumas comunidades e, portanto, deve pesquisar as leis de construção para casas pré-fabricadas na sua cidade local, antes de considerar fazer a compra de uma casa pré-fabricada.

5 comentários

  1. Edson
  2. João Paulo Pereira
  3. Maria Ribeiro
  4. Patrícia Costa

Deixe a sua opinião