Por quê escolher uma casa de madeira?

Uma casa de madeira não é apenas uma casa – é um modo de vida!

A madeira é um dos materiais de construção mais duráveis e o seu calor, qualidades de isolamento naturais e efeitos anti bacteriais tornam- a o material ideal para a construção de uma casa quente, arejada e saudável. A construção de uma casa de madeira é mais barata, mais rápida e muito mais aceitável em termos ambientais do que as casas típicas de concreto e tijolo.

As vantagens de uma casa de madeira em comparação com uma casa de concreto e tijolo, típica, incluem:

  • A construção e entrega das casas de madeira é mais rápida
  • Melhor isolamento térmico (redução dos custos de aquecimento e arrefecimento) da casa de madeira
  • As casas de madeira têm boa aparência
  • Elasticidade e resistência a tremores de terra
  • Menores custos de construção
  • Um ambiente mais limpo e saudável em todas as etapas da construção
  • Ambiente saudável e antialérgico

Processo de construção de Casas de Madeira

Depois da extração da madeira, a madeira passa por um processamento primário que inclui a remoção da casca e a serragem. Depois endireitam-se as irregularidades da madeira e a sua secagem é feita de um modo natural que contribui para uma maior resistência do material.

Na Itália, casas ecológicas são feitas de madeira

Vários edifícios públicos foram construídos de madeira, na Itália, nos últimos anos. Os italianos têm favorecido a madeira porque esta tem efeitos climáticos e ambientais positivos.

As casas de madeira estão no topo de todos os estudos realizados sobre o impacto ambiental.

Os cálculos ambientais italianos são significativos porque cobrem o ciclo de vida dos edifícios, a partir da fabricação dos produtos de construção até à reciclagem dos materiais de construção, utilizados. Isto significa que é avaliado, o ciclo de vida completo das estruturas em vez de avaliar apenas as cargas ambientais que ocorrem durante a vida útil de um edifício.

Na Finlândia, os desenvolvedores de edifícios públicos, municípios, ou seja, das cidades e do Estado, também têm que avaliar o impacto ambiental dos edifícios e da sua construção durante o planeamento até à fase do concurso público. A carga ambiental causada pela produção de produtos de construção deve ser incluída nos cálculos. Para além disto, as metas precisam de ser ajustadas para reduzir o impacto ambiental causado pela construção.

Um edifício de madeira pode produzir até 60% menos emissões de dióxido de carbono do que uma estrutura alternativa feita com a utilização de diversos materiais de construção.

10 comentários

  1. são maravilhosas meu sonho de consumo

Deixe a sua opinião